Home Page
top  
 

Antidiabéticos Orais

O que são antidiabéticos orais?

São comprimidos usados para ajudar no controle da glicemia em diabéticos do tipo 2.

 

Quais são os tipos de antidiabéticos orais?

Existem vários grupos:

1) Sulfoniluréias - encontrado nos seguintes medicamentos:

  • Clorpropamida (nome comercial = Diabinese);
  • Glibenclamida (nomes comerciais = Daonil, Lisaglucon, Aglucil);
  • Gliclazida (Diamicron);
  • Glimepirida (Amaryl);
  • Glipizida (Minidiab).

2) Biguanidas - deste grupo faz parte:

  • Metformina (Glifage, Dimefor, Glucoformin)

3) Inibidores da Alfa glicosidase:

  • Acarbose (Glucobay)

4) Tiazolidinedionas (Glitazonas):

  • Rosiglitazona (Avandia);
  • Pioglitazona (Actos)

5) Meglinitidas :

  • Repaglinida (Novonorm, Prandin, Gluconorm);
  • Nateglinida (Starlix)

 

E como cada um deles atua no organismo?

Os Sulfoniluréias agem diretamente nas células beta, que são as responsáveis pela produção de insulina no pâncreas, estimulando sua liberação e, com isso, diminuindo a glicose no plasma.

Já o grupo das Biguanidas, diminui a glicemia através da redução da produção de glicose pelo fígado, sem estimular diretamente a célula beta, evitando que seja liberada mais insulina. Este grupo diminui também a resistência para a ação da insulina nos receptores que existem nas células e colabora para a redução de peso nos diabéticos tipo 2.

Os Inibidores da Alfa glicosidase diminuem a velocidade de absorção da glicose que vem dos alimentos, especialmente dos carboidratos pelo intestino. Com isso, diminuem a glicemia pós-prandial ou após a refeição.

Os Tiazolidinedionas agem, principalmente, diminuindo a resistência para a ação da insulina e, consequentemente, reduzem a glicemia.

O grupo dos Meglinitidas estimula a liberação de insulina pelas células beta e agem de forma semelhante às sulfoniluréias, só que em receptores diferentes. Diminui a glicemia de forma mais rápida e tem um tempo de atuação mais curta no organismo.

Dias_betty
TOPO

 
borda   borda